A CBTU-BELO HORIZONTE REALIZA CERIMÔNIA DE ENCERRAMENTO DO TREINAMENTO COSOP 2019 NA FADECIT.

29 de maio de 2019

A Fundação de Apoio e Desenvolvimento da Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais-FADECIT, sediou na manhã desta quarta-feira, 29 de maio, a cerimônia de encerramento do treinamento 2019 da Coordenação de Segurança da Operação – COSOP, da Companhia Brasileira de Trens Urbanos – Minas Gerais.

A Presidente da Fundação Jacqueline Ávila Ribeiro esteve presente na abertura do evento e recebeu o Superintendente Regional da CBTU, Miguel da Silva Marques. A Presidente felicitou à CBTU pela iniciativa “Parabéns a todos os envolvidos que contribuíram para este processo de crescimento”. E disse também: “a FADECIT sente-se honrada de participar desse momento importante para a CBTU em Belo Horizonte”. Jacqueline Ávila acredita que esse treinamento exigirá do corpo de segurança da Companhia, o compromisso de colocar em prática tudo o que foi aprendido. “E deste modo, oferecer o melhor para garantir que o atendimento ao usuário aconteça de forma íntegra, respeitosa e participativa”. O Superintendente regional agradeceu a Presidente à parceria da FADECIT. Jacqueline Ávila, sensibilizada, disse “esta foi uma parceria extremamente benéfica para a FADECIT e para a CBTU”.

Os colaboradores da CBTU em Belo Horizonte participaram de um treinamento cuja finalidade foi qualificar os assistentes operacionais de estação e de segurança metroviária, preparando-os para orientar os passageiros quanto à correta utilização dos recursos disponíveis nas plataformas e nos novos trens da CBTU, que operam em Belo Horizonte. Durante o curso, os participantes, também, tiveram acesso às novas tecnologias disponíveis nas composições ferroviárias e como os recursos afetarão a rotina dos empregados e usuários do sistema. As atividades incluíam, ainda, conhecimentos de atendimento pré-hospitalar para garantir socorro imediato além de defesa pessoal e dos sistemas de comandos que permitem a comunicação entre o usuário e o maquinista, a abertura de portas e o acionamento da rampa retrátil, entre outros. Esse intenso treinamento tem o objetivo de garantir a prestação de um serviço público com qualidade para os usuários. Participou do curso todo o quadro de assistentes operacionais da COSOP.

 O orador da turma, Marco Antônio, disse durante seu discurso, que os “profissionais que terminam este treinamento são os primeiros beneficiados”, pois têm a oportunidade de participarem de uma formação que os condicionam aptos a atender os usuários que utilizam os serviços metroviários.

De acordo com o gerente de Operação, Frank Coelho, o treinamento foi importante, pois propiciou o contato dos empregados com novas medidas de segurança e afirmou que “é preciso capacitá-los para que possam aproveitar todas as tecnologias e tenham conhecimento para orientar os passageiros”. Para ele, o bom funcionamento do sistema depende de uma assistência eficaz dos funcionários.

Eduardo de Oliveira Coimbra (Gerência Regional I – Administração e Finanças), falou em outro momento da cerimônia do “orgulho que deve caracterizar a missão dos seguranças metroviários”.  Ele reforçou ainda sobre a importância dos seguranças para que todo o sistema funcione com aptidão. Para ele, os seguranças, são a “alma” da companhia.

Wilber Oliveira Emanuela aprovou o conteúdo do curso. “A CBTU fez a gente sair da zona de conforto e o treinamento permitiu que desenvolvêssemos nosso trabalho, atendendo o usuário da melhor forma possível, prezando a segurança”. Disse ainda, o Coordenador Operacional (Adm. de RH), que “o treinamento contribuirá para melhorar as orientações que nossos assistentes devem prestar aos usuários”.

Concluindo a cerimônia, o Superintendente Regional da CBTU em Belo Horizonte, Miguel da Silva Marques, disse aos funcionários da companhia, presentes no auditório da FADECIT que não sejam “burocratas” na função que exercem e tenham “consciência da responsabilidade social, a que são chamados”. O Superintendente disse que “capacitar é formar”. E que  “nossa geração atual exige qualificação e atualização profissional”. Miguel Marques, afirmou que essa exigência deve ser uma “rotina para que a empresa alcance credibilidade”. E finalizou dizendo que esse valor agregado, esse treinamento, gera responsabilidade e atuação comprometida.

 A Presidente da FADECIT, Professora Jacqueline Ávila, disse ao nosso portal que “É fundamental que os colaboradores da CBTU – que prestam um importante serviço à mobilidade urbana em nossa cidade – tenham essa formação”. E concluiu dizendo que, para que nossas instituições e nossos serviços possam ser eficaz, treinamentos contínuos, “são bem-vindos e necessários”.