A FADECIT dá adeus aos jovens aprendizes do curso 2017/2018.

11 de outubro de 2018

A FADECIT é parceira do Projeto “Aprendiz Legal”. Um programa voltado para a preparação e inserção de jovens no mundo do trabalho, que se apoia na Lei da Aprendizagem (10.097/2000).
O Presidente da FADECIT Professor Gilson Soares destacou que “os jovens têm a missão de fazer o futuro acontecer”. O Presidente afirmou que o desenvolvimento econômico e social passa pela via da formação profissional. Neste sentido, Gilson Soares, expressa sua crença na educação. Para o Professor a aprendizagem fornece meios e estruturas para o mundo do trabalho.
A FADECIT com sua missão e valores, voltados à educação, sente-se orgulhosamente parte desse processo. Apoiar os jovens aprendizes é encaminhá-los à vida profissional.
De acordo com os dados fornecidos pelo Ministério do Trabalho, de um levantamento feito entre janeiro de 2017 e julho de 2018 com 658.713 aprendizes admitidos, 228.466 estão registrados do Cadastro Único. Isso representa 34,68% do total de aprendizes contratados no período. Do total de aprendizes beneficiários do Cadastro Único, 59,2% têm entre 16 e 18 anos e 49,7% estão cursando o ensino médio. As ocupações com mais oportunidades para esses jovens foram as de auxiliar de escritório, assistente administrativo e repositor de mercadorias. Para o diretor de Políticas de Empregabilidade do Ministério do Trabalho, Higino Brito Vieira, “O objetivo da realização dessa pesquisa é verificar o caráter social a que a Aprendizagem Profissional se propõe a ter”.
O objetivo do programa jovem aprendiz é criar oportunidades tanto para o aprendiz quanto para as empresas, pois prepara o jovem para desempenhar atividades profissionais e, ao mesmo tempo, permite às empresas formarem mão de obra qualificada. A FADECIT contou com a participação dos jovens Alexandre Webner, Jhonatan Alves, Lavínia Silva,Lorena Soares, Luiz Correa, Lucas Alcântara e Matheus Lima.
Estamos nos despedindo da equipe de menores aprendizes da Assprom desse curso, iniciado ano passado. O responsável em acompanha-los Sérgio Magalhães se expressou com estas palavras: “Por determinação do Presidente, fui designado como gestor deste grupo. Foi um período de ensinamento e também aprendizado para mim”. Sérgio Magalhães ressaltou a importância social desse programa. Explicou como funciona a lei e garantiu que essa turma foi bem aceita pelos colaboradores da Fundação. “Só tenho a agradecer e elogiar este grupo. Foram momentos de alegrias e também de puxões de orelhas. Acredito que todos estão saindo preparados para enfrentar o primeiro emprego”. Apesar das dificuldades econômicas que perpassam nosso país, a FADECIT acredita que os jovens aprendizes terão um futuro promissor a percorrer. Sergio Magalhães finalizou expressando os votos da FADCIT desejando a todos muito sucesso na vida profissional e concluiu: “espero encontrar em breve com todos já empregados e feliz”.

Share on Google+Share on FacebookTweet about this on Twitter