FADECIT: MEMÓRIA E PARTICIPAÇÃO.

24 de abril de 2018

Em 08 de dezembro de 1995 o Professor Aluísio Pimenta, então Reitor da Universidade do Estado de Minas Gerais, presidiu a reunião em que se instituiu a Fundação de Apoio e Desenvolvimento da Educação, Extensão e Pesquisa de Minas Gerais, cujo objetivo era promover a prestação de serviços de Pesquisa e Extensão nas áreas técnicas científicas e administrativa junto a órgãos públicos e privados, nacionais e estrangeiros. A criação da Fundação de Apoio se deu “depois de um longo intercâmbio de ideias, deliberaram instituir uma fundação de caráter científico, cultural e tecnológico”. (Livro de Ata, página 1; ata que instituiu a Fundação).

As ideias surgiram das conversas e conselhos dos amigos mais próximos do Professor Aluísio Pimenta, como Professor Ramon Villar Paisal, então Diretor de Recursos Humanos da Fundação João Pinheiro da FAE/MEC, aliás, eram amigos desde os tempos da ditadura civil militar que se instaurara no Brasil em 1964. Após meses de debates entre os instituidores, em 24 de abril de 1996, foi registrado o Estatuto da Fundação, marcando o nascimento da Instituição que agora completa 22 anos de existência.

A Fundação de Apoio à Pesquisa nasceu da necessidade de se criar uma Instituição comprometida com o desenvolvimento socioeconômico regional e nacional que pudesse colaborar com a Universidade do Estado de Minas Gerais – UEMG, em suas ações conjuntas nas áreas de Ensino, Pesquisa e Extensão. O Professor Aluísio Pimenta se cercou de pessoas mais preparadas para instituir uma Fundação que apoiasse as pesquisas que já existiam em algumas unidades da UEMG. Os instituidores da Fundação aceitaram a idéia do Reitor da Universidade e trabalharam, dia e noite, para a consolidação dessa Instituição, o que não era fácil, pois cada um dos instituidores tinham seus afazeres profissionais e ao invés de descansar, resolveram encarar o desafio de levar adiante essa meta.

Ousadia sempre foi uma aliada da Fundação. Conhecedora dos seus limites, mas focada no objetivo para qual foi criada, estreitou ainda mais os laços com a sua maior parceira, a Universidade do Estado de Minas Gerais. Sempre que solicitada, a Fundação, na medida do possível, apoiou as ações da UEMG. Afinal, ela foi instituída para isso. Passou por momentos difíceis, inicialmente sem uma sede sequer, dividindo espaços, conquistando outros até comprar sede própria, ampliar e mudar novamente para um dos pontos mais importantes da capital mineira.

Todos os presidentes da Fundação, assim como toda a equipe, contribuíram, tanto para instituição da fundação quanto para a consolidação e visibilidade não só da Fundação como da Universidade. Assim como Hefesto, que fez boa parte dos equipamentos dos deuses, a FADECIT instrumentaliza a UEMG, tornando-a uma instituição conhecida e respeitada nacionalmente e, juntas, tornam-se referência no ensino, pesquisa, extensão com comprometimento socioambiental.

Prof. Dr. Luiz Henrique Ozanan de Oliveira
Coordenador de Pesquisa e Pós-graduação.
Professor na Design/UEMG.
Autor do livro (em andamento) sobre a História da FADECIT.

Share on Google+Share on FacebookTweet about this on Twitter