O Conselho Curador da FADECIT define as metas da Fundação para 2020

29 de novembro de 2019

A previsão orçamentaria e o planejamento da FADECIT (Programa de Atividades) para o ano de 2020 foram discutidos na 2ª reunião ordinária do Conselho Curador da Fundação de Apoio e Desenvolvimento da Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais, realizada nesta sexta-feira (29/11), na sala dos Conselhos.

O Conselho Curador da FADECIT, de acordo com o Estatuto vigente, reúne-se ordinariamente duas vezes por ano.

A reunião foi presidida pela presidente do Conselho Curador, professora Jacqueline Ávila Ribeiro. Também esteve presente o vice-presidente do Conselho professor José Arnaldo da Matta Machado. O Conselho Curador, órgão máximo da instituição é composto por 18 membros e tem a função deliberativa e normativa, cabendo-lhe definir a política e as estratégias da Fundação.

A presidente ressaltou que sua gestão pretende impactar positivamente a vida dos colaboradores e parceiros; mantendo premente a preocupação com o equilíbrio das contas financeiras da Fundação, conservando o compromisso tributário assumido e honrando contratos celebrados e dívidas existentes.

A presidente e o vice-presidente insistiram que a FADECIT necessita de investimentos, e “para dar sentido a sua existência precisa investir, em pessoal e em projetos rentáveis, capazes de gerar receita para sua subsistência e seguir mantendo o seu apoio a Universidade do Estado de Minas Gerais”.

Neste sentido, a Presidente afirmou aos Conselheiros que a FADECIT reconhece a extrema importância da transparência na administração de seus recursos, tornando-se fundamental o controle e fiscalização – tanto pela sociedade em geral quanto pelos órgãos competentes.

Jacqueline Ávila explicou que para facilitar o atendimento do seu público-alvo, a FADECIT vem desenvolvendo diversos canais de relacionamento, através das mídias (site e redes sociais) ou ainda, por meio de captadores pelos quais vem sendo possível uma maior interação com o grupo alvo, “formando não tão somente um catálogo de possíveis clientes, como também, divulgando os serviços e a reconhecida expertise da Fundação, adquirida em duas décadas de existência”. Desatacou, ainda, a capacidade da FADECIT em gestão e elaboração de concursos públicos, processos seletivos, educação à distância e gerenciamento de programas audiovisuais, como os bem-sucedidos projetos em Brasília.

Além do mais, afirmou a presidente, “o relacionamento com a nossa clientela é pautado pelo esmero profissional, pela práxis e pela ética, buscando sempre e mais o comprometimento e resultados satisfatórios”.

Ao concluir a reunião a presidente refletiu, dizendo, que o ano que se finda está sendo marcado por uma crise econômica persistente. Porém, destacou que o próximo ano trará perspectivas positivas, contudo, afirmou “é prudente zelar pela eficiência dos serviços prestados, visando ao aprimoramento das atividades institucionais, sem vislumbrar cenários que logo se mostrem inconcebíveis”.

Ao cabo, agradeceu a presença dos Conselheiros dizendo: “nossa gestão acredita ser imprescindível, para o adequado e esperado sucesso da Fundação o apoio dos Conselhos, o desempenho dos nossos funcionários e a participação de todos”.