Presidente da FADECIT é recebida no Palácio das Artes.

7 de outubro de 2019

Com o propósito de difundir conceitos importantes para a atual gestão da FADECIT, a Presidente da entidade, Professora Jacqueline Ávila Ribeiro, reuniu-se com Eliane Parreiras, Presidente da Fundação Clovis Salgado (FCS), responsável pela administração e gestão do Palácio das Artes e outros centros relacionados. O encontro realizado no gabinete da presidência da FCS – localizado no antológico prédio da Avenida Afonso Pena –  discorreu em um ambiente plasmado de cortesia e reciprocamente amistoso.

Além da Presidente Eliane Parreiras, assistiu a reunião a Assessora do Gabinete da Presidência Joana Braga Reis. Acompanhava a Presidente da FADECIT, João Medina.

O Palácio das Artes pode não ser tão frequentado como outros equipamentos públicos e culturais da cidade. Mas é indiscutível, sua relação com a metrópole (e inegável sua irradiação, como um polo de fomento cultural,  para todo o estado). Sua fachada emblemática, seu projeto original de Niemeyer e sua presença no parque municipal, o torna familiar a cada mineiro, que alguma vez ou várias, já se emocionou com a apresentação de algumas de suas múltiplas faces: a OSMG – Orquestra Sinfônica, o Coral Lírico – ambos declarados patrimônio de todos os mineiros – ou ainda com o corpo de baile. Os clássicos da sétima arte tem lugar cativo no cine Humberto Mauro, tão pequeno e acolhedor. A música de câmara ou o teatro mais autoral encontram espaço na intimista sala João Ceschiatti.

Estes ambientes comuns a muitos frequentadores guardam, também, um labirinto de corredores e salas, que antes de levar ao gabinete da presidência, no terceiro andar da parte administrativa, reservam aos visitantes personagens curiosos: artistas, bailarinos, cantores, técnicos e músicos que garantem ao ambiente o clima festivo, próprio dos recantos onde se impõe a arte, como manifestação.

À frente do principal centro de produção e difusão cultural de Minas Gerais, Eliane Parreiras, vive sua terceira passagem pela Fundação Clóvis Salgado. Sua trajetória, por esses labirintos de corredores e salas, começou em 2000, quando atuava na área de marketing. Em 2009 e 2010, ela foi a Presidente,  antes de assumir a Secretaria Estadual de Cultura (2011-2014).

Eliane Parreiras recebeu a Presidente Jacqueline na antessala e cortesmente a encaminhou ao seu gabinete, onde preparou um café e o serviu, demonstrando na prática,  uma simpatia expressa no sorriso.

Conhecer o Palácio das Artes, um dos braços (se não o mais importante) da FCS, facilitou  traçar as metas da gestão que Eliane Parreiras vem levando a cabo. Além da crise orçamentária, da crise econômica, da criação de novos espaços e da mudança dos costumes culturais da população, a Presidente deparou-se com um corte no custeio. Mas nada disso a fez desanimar, e na reunião com a Professora Jacqueline, gestora da FADECIT, Eliane Parreiras, mostrou-se otimista, e mais ainda, receptiva a firmar uma parceria com a FADECIT, que além de rentável, para ambas as instituições, trariam enormes benefícios para a comunidade.

Eliane Parreiras disse que entre as metas administrativas, programadas para sua gestão, estão à procura de parcerias privadas e a ampliação de público.

Por sua parte, Jacqueline Ávila afirmou que, nos 23 anos de história da FADECIT, o compromisso da Fundação foi marcado por uma perene preocupação com a cultura e seu aspecto social – para a Presidente, a educação, a pesquisa, a extensão e a cultura se entrelaçam. Para ilustrar seu pensamento, ela citou os vários projetos sociais da FADECIT, acampados nas Escolas de Música da UEMG (ESMU), na Design (EDuemg) ou na Guignard. Além do apoio à orquestra Big Band, formação musical  ligada a Escola de Música.

Eliane Parreiras  reforçou durante a reunião  seu interesse na inovação. A Presidente da Fundação Clóvis Salgado disse que sua pretensão em retomar atividades interrompidas – como editais e revitalização da infraestrutura de equipamentos (o CEFART Andradas – ao lado da Serraria Souza Pinto – foi inaugurado, mas a infraestrutura ainda não está completa para receber os estudantes) e melhoria do app – tornando- o mais ágil e interativo –  levou a Presidente Jacqueline a crer que este poderá ser o elo que unirá a FADECIT e a Fundação Clóvis Salgado em uma profícua parceria.

A reunião terminou com um convite feito pela Presidente da FADECIT para que Eliane Parreiras conheça a infraestrutura da  entidade – criada pelo Professor Aluísio Pimenta – e seu legado cultural, custodiado no Memorial que está localizado na sede da Fundação. Ao final, Jacqueline Ávila, colocou à disposição da FCS o auditório da FADECIT, pensando na extensão dos projetos culturais do Palácio das Artes às regiões carentes do vetor norte.

(Comunicação FADECIT)