tv_justica2

O dia a dia da Justiça 24 horas no ar: o que era desafio no passado é hoje a realidade nos lares brasileiros que contam com o canal do Judiciário.

À frente da emissora no período de novembro de 2011 a janeiro de 2017, a FADECIT empregou mais de 150 profissionais de comunicação e técnicos em mídia televisiva nesse projeto sediado no Supremo Tribunal Federal, em Brasília, além de um outro tanto de colaboradores que atuam sob demanda no desenvolvimento deste belo projeto.

Foto: Carlos Humberto /SCO/STF

Foto: Carlos Humberto /SCO/STF

Responsável por constantes renovações na grade de programação da TV Justiça, a Fundação assina produções especiais como documentários, telejornais, programas de entrevistas, debates, reformulações de cenários e dos próprios formatos de programas e interprogramas.

Direitos e deveres, educação, promoção da cidadania, cultura e informação: por meio da telinha, o Poder Judiciário oferece tudo isso aos cidadãos brasileiros, em um serviço gerenciado por uma Fundação que prima pela promoção dos mesmos valores.

CNJNos últimos anos, a atuação do Conselho Nacional de Justiça ganhou destaque nos principais meios de comunicação do país. Aliada à própria missão institucional do Conselho, a divulgação institucional de caráter informativo, educacional e de orientação social, planejada e gerenciada pela FADECIT, entre os anos de 2010 e 2012, conferiu ao órgão a dimensão merecida. Sob a responsabilidade da Fundação, foram realizadas diversas campanhas institucionais para reflexão e conscientização de temas atuais como violência doméstica (Lei Maria da Penha), conciliação, alienação parental, adoção, dentre outros.

Contando com uma equipe de cerca de 25 profissionais internos e em torno de 50 colaboradores externos, também foram produzidos reportagens, documentários e programas especiais para mostrar à população o papel do Judiciário e das instituições que exercem funções essenciais da Justiça, conforme previsto na Carta Magna, além de temas pertinentes ao bem estar social, direitos e deveres dos brasileiros.

stjUm importante parceiro da programação da TV Justiça - o Núcleo de TV do Superior Tribunal de Justiça, oferece aos telespectadores informações indispensáveis para a promoção da cidadania, por meio de reportagens, links, programas especiais e interprogramas. Tudo gerenciado também pela FADECIT que, neste projeto, emprega 65 funcionários, há mais de três anos. Foram produzidas campanhas nacionais sobre a “digitalização de processos”.
São produzidos diversos programas de rádio e TV que foram e continuam sendo veiculados em diversas emissoras culturais e educativas, TVs Legislativas, TVs Comunitárias e TV Justiça e Canal Ponto Jus, além de informativos para a Radiobrás e em especial no programa Hora do Brasil.

tstAtualmente, a FADECIT assina uma campanha de grande impacto “Trabalho Seguro - Prevenção é o Melhor Caminho”, ou seja, visando a redução do número de acidentes de trabalho em todo país. Tratam-se de filmetes em alta definição para veiculação em todas as grandes emissoras de televisão de todo o Brasil e de spots, também, para todas as rádios. Nesta campanha os telespectadores são especialmente despertados para os riscos reais de acidentes a que trabalhadores estão sujeitos e suas graves consequências.

Clique aqui e assita os vídeos da campanha

tseO cidadão como protagonista de todo processo eleitoral. Esse é o principal mote dos produtos de comunicação produzidos pela FADECIT por meio do contrato estabelecido com o Tribunal Superior Eleitoral. Contando com um corpo funcional que varia, a depender dos períodos eleitorais, por mais entre 40 a 70 profissionais e colaboradores, a Fundação responde ainda pela transmissão ao vivo das Sessões Plenárias do Tribunal na grade da TV Justiça, além de entradas ao vivo nos jornais da emissora e ao longo da programação. A motivação dos eleitores sobre sua responsabilidade diante do processo eleitoral, por meio do voto consciente, também incluem a produção, edição e distribuição de outras produções audiovisuais como reportagens, programetes e interprogramas, que são veiculados nas diversas mídias de comunicação eletrônica de massa em todo o Brasil.

• Canal Minas Saúde
• Concursos Públicos e Processos Seletivos
• Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais – FAPEMIG
• Rede de Formação Profissional Orientada pelo Mercado
• Universidade Aberta e Integrada de Minas Gerais - UAITEC

Os principais projetos institucionais viabilizados pela UEMG com apoio financeiro da Fundação no período 2011 a 2014 são:

• 25 anos UEMG
• Acervo Priscila Freire
• Ações de intercâmbio internacional
• Apoio ao curso de Formação das Secretarias Acadêmicas da Universidade
• Bienal de Design
• Café com Design
• Catálogo de pesquisa da UEMG
• Concerto de corais infantis e infanto-juvenis
• Confecção da revista Mal Estar e Sociedade
• Contratação de pesquisadores para avaliação de projetos de pesquisa
• Fest UEMG e eventos culturais da comunidade estudantil no Campus Frutal
• Execução de curso Moodle para professores em Frutal
• Fórum Nacional de Pedagogia
• Implementação dos novos mestrados
• Jogos Universitários da UEMG
• Mostra de Imagens em Movimento
• Núcleo de Inovação Tecnológico e de Transparência de Tecnologia – NIT Design
• Participação na ABRUEM
• Participação no Congresso Ibero-Americano de Extensão na Argentina
• Projeto Renova
• Publicação da obra Políticas Públicas de Juventude
• Publicação da revista Modus da Escola de Música da UEMG
• Revista Fansing
• Semana da Engenharia no Campus João Monlevade
• Semana UEMG
• Seminário do Centro de Música Brasileira da Escola de Música da UEMG

Projetos Gerenciados para a UEMG sem receita para a Fundação

• 4º Fórum Internacional de Design 2012
• Curso de Pedagogia em Leopoldina
• Encontro de Extensão e Seminário dos Jogos Universitários da UEMG (JUEMG)
• Formação de Conselhos Tutelares
• Implantação da Educação a Distância na UEMG
• Infraestrutura do Mestrado da Faculdade de Educação.
• IV Bienal Brasileira de Design 2012
• Open SchoolUniversatilidade
• Seminário de Iniciação Científica e Extensão da UEMG
• Viabilização do Modelo CERNE/SEBRAE – Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendedores